Apos investigar o nepotismo do Município de Mantena, o Promotor Reinaldo Pinto Lara, da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mantena do Ministério Público do Estado de Minas Gerais enviou ao Prefeito Municipal João Rufino uma Recomendação requerendo medidas administrativas visando a exoneração de funcionários na qual vem fazendo parte do quadro de funcionários da Prefeitura de maneira ilegal.

Tal fato que também é denúncia do vereador Irmão João da Assembleia na Câmara Municipal de Mantena, a 3ª Promotoria do Ministério Público informou através da Recomendação 004/2018 as primeiras decisões efetivas sobre o nepotismo, na qual a administração tem um prazo de 30 dias para que medidas administrativas sejam tomadas, visando assim a exoneração dos cargos recomendados ,o não atendimento à recomendação acarretará medidas legais necessárias à sua implementação por parte do Representante Legal do Municipio.

Mais uma situação lamentável que ocorre no Município de Mantena na atual administração, porém perto de ser corrigida pelo MP, como já é de conhecimento de todos, o País passa por uma crise financeira muito grande, e atitudes com situações imorais de Nepotismo acarreta em dificuldades ainda maiores ao Município, pois como facilmente já se é visto nas redes sociais o grande descontentamento da população com os serviços prestados e incapacidade de vários servidores que ocupam cargos sem a mínima capacidade de ali estarem exercendo suas funções.

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here