teste

No último sábado (30/12), o jovem Juan, de 17 anos, conhecido nacionalmente após ser tatuado na testa durante um crime cometido na bairro de São Bernardo do Campo, em São Paulo, foi batizado numa igreja evangélica.

Em sua conta do Facebook, um líder da igreja publicou:

“Esse é o Juan, um jovem que por cometer um erro teve sua testa tatuada com dizeres: “Sou ladrão e vacilao”. Foi julgado e exposto para o Brasil todo pelo seu pecado/erro.

Hoje depois de ouvir a palavra na clínica onde está se recuperando, resolveu renascer em Cristo, livre do passado e daquilo que Satanás quis colocar como uma verdade em sua vida.

Deus escreve uma nova história, independente do seu erro, Ele te ama!”

O adolescente foi internado no dia 13 de junho na clínica particular de Mairiporã. Ele deverá ficar por mais alguns meses para se reabilitar da dependência química. De acordo com a Grand House, a pedido da proprietária da clínica que cuida da remoção, o nome da empresa não está sendo divulgado.

Ele foi tatuado em 9 de junho, em São Bernardo, pelo tatuador e músico Maycon Wesley Carvalo dos Reis, de 27 anos.

Com a divulgação e compartilhamento do vídeo nas redes sociais, a Polícia Civil prendeu os dois homens em flagrante. Os dois confessaram ter tatuado e filmado como forma de punir o adolescente porque ele queria furtar a bicicleta adaptada de um deficiente físico.

Maycon e Ronildo foram indiciados por tortura, mas o Ministério Público (MP) não concordou com a investigação policial e denunciou os dois à Justiça pelos crimes de constrangimento ilegal, lesão corporal e ameaça.

Assista ao vídeo

Assista ao vídeo!

Tocador de vídeo

00:00
00:26
COMPARTILHE

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here