Em 2016, Anderson Silva enfrentou o atual campeão dos meio-pesados e dos pesos-pesados, Daniel Cormier

Uma luta que irá deixar os fãs do maior lutador de MMA do Brasil ansiosos. Uma luta que promete ser um show de trocação. Uma luta que marca o retorno de uma lenda, enfrentando um lutador que já simboliza o futuro da divisão dos médios do UFC. Anderson Silva esta de volta, senhoras e senhores, e irá enfrentar o invicto, Israel Adesanya, no UFC 234, em Melbourne, na Austrália.

A última luta de Anderson Silva foi em fevereiro de 2017, quando o brasileiro derrotou o atual número 8 do ranking dos médios, Derek Brunson. Depois disso, o brasileiro foi flagrado no exame antidoping e foi retirado do combate, onde iria enfrentar o atual desafiante ao título dos médios, Kelvim Gastelum.

Continua depois da publicidade

Em 2016, Anderson Silva enfrentou o atual campeão dos meio-pesados e dos pesos-pesados, Daniel Cormier

Já o nigeriano radicado na Nova Zelândia, Israel Adesanya vive uma fase excepcional. Adesanya estreou  no UFC no dia 11 de fevereiro e de lá pra cá foram mais 3 lutas, totalizando 4 vitórias em 2018, 2 por nocaute, 2 por decisão e acumulou 2 prêmios de performance da noite. Seu último combate contra Derek Brunson, onde Adesanya brincou com o americano, impondo sua superioridade técnica em pé, e o nocauteou ainda no primeiro round. Em seu cartel, 15 lutas e 15 vitórias, 13 delas por nocaute ou nocaute técnico.

Uma luta entre dois strikers de elite, Israel representando uma nova geração e Anderson as lendas do passado. O primeiro fator dessa luta é que pesa muito contra Anderson Silva o fator idade. Se essa luta tivesse acontecido 6 anos atrás, o brasileiro seria o favorito, mas com 43 anos e, praticamente, 2 anos sem pisar no cage não dá para saber ou prever de forma positiva a apresentação do “Spider”.

VEJA TAMBÉM: LUTA DE FLOYD MAYWEATHER NO JAPÃO É CONFIRMADA E CANCELADA NA MESMA SEMANA

O segundo é que além de ter um cartel perfeito no MMA, Israel, que tem apenas 29 anos, possui 81 lutas profissionais de kickboxing, com 75 vitórias, 48 por nocaute. E 6 lutas no boxe profissional com 5 vitórias. Adesanya lutou contra os melhores strikers do mundo e não faz muito tempo está muito mais ativo que Anderson e vem em uma crescente absurda.

Um terceiro fator é a envergadura, serão 5 centímetros a mais a favor do nigeriano, que irá tocar Anderson Silva de uma forma que, provavelmente, o brasileiro nunca tenha sido tocado em toda sua carreira. O brasileiro é um fenômeno, conhece cada detalhe do MMA e já mostrou suas habilidades no octógono, mas a qualidade técnica do seu adversário, aliado a sua vantagem física é um problema sério para o brasileiro. Adesanya corta ângulos, se movimenta e pressiona de uma forma que lembra muito o próprio brasileiro na juventude. E não podemos esquecer que Adesanya irá lutar, praticamente, em casa, já que mora Nova Zelândia.

Por esses motivos, Anderson Silva entra no octógono dando um “all in”. Se vencer o nigeriano, o Brasileiro estará mais do que cotado para uma possível luta pelo cinturão, furando fila de todos. Para Adesanya fica a chance de vencer um dos maiores lutadores de todos os tempos, tendo muitas coisas ao seu favor, e firmar que uma nova geração chegou de vez na categoria dos médios do maior evento de MMA do mundo.

VER PRIMEIRO

Receba as notícias em primeira mão. Clique em curtir no endereço https://www.facebook.com/mantenanews/

Participe de nossos grupos de whatsApp basta clicar e entrar: https://chat.whatsapp.com/GjKm1m3YgecJuIpByKEYvU

Participe do nosso site e seja um colaborador enviando noticias e fotos para o WhatsApp no:Clique neste link para me enviar mensagens no WhatsApp: https://wa.me/553399856524

COMENTE

Please enter your comment!
Please enter your name here