Senado dos EUA aprova o maior corte de impostos nos últimos 30 anos

APROVAÇÃO DA REFORMA:

O senadores dos Estados Unidos aprovaram neste sábado (2) a reforma tributária defendida pelo presidente Donald Trump. O projeto representa o maior corte de impostos em 3 décadas, e é sem dúvida, uma importante vitória política para o republicano.

Contendo quase 500 páginas, o projeto foi aprovado com 51 votos a favor e 49 contrários.

Os líderes republicanos do Senado deverão agora conciliar o texto aprovado com seus colegas da Câmara dos Representantes, que aprovaram uma versão própria do projeto com algumas diferenças, para que Trump possa sancionar a reforma.

“Temos a oportunidade agora de tornar a América mais competitiva, evitar que empregos sejam enviados para o exterior e proporcionar alívio substancial para a classe média”, disse Mitch McConnell, líder republicano no Senado.

O presidente da Câmara dos Representantes, o republicano Paul Ryan, acrescentou que a reforma fará as famílias americanas economizarem em média US$ 1.182 por ano.

RESPOSTA DE DONALD TRUMP:

Tradução: “Estamos um passo mais perto de entregar grandes cortes de impostos para famílias trabalhadoras em toda a América. Agradecimentos especiais ao líder da maioria no Senado, Mitch McConnell, e ao presidente (da Comissão de Finanças do Senado) Orrin Hatch por guiar o nosso projeto de lei pelo Senado. Aguardo com expectativa para assinar um projeto final antes do Natal!”

PRINCIPAIS MUDANÇAS:

  • Redução dos impostos cobrados das empresas de 35% para 20%, incentivando as empresas dos EUA a investir mais e a impulsionar o crescimento econômico;
  • Simplificação no pagamento de impostos de pessoas físicas, reduzindo as faixas de cobrança de sete para apenas quatro.

Essas são as mudanças que o presidente Trump considera como fundamentais para revitalizar a atividade econômica e colocar o crescimento anual do país em um ritmo superior a 3%.

COMPARTILHE